Montando seu portfólio

O portfólio deve reunir a essência do trabalho de qualquer artista.  Gui Mohallem  diz que “ o fotógrafo não é somente as fotos que ti...

topo_portfolio.jpg

O portfólio deve reunir a essência do trabalho de qualquer artista. Gui Mohallem diz que “o fotógrafo não é somente as fotos que tira, mas também as fotos que ele decide mostrar”. A Fotografia é um universo visual e por isso, além das próprias imagens, a maneira como as exibimos influencia na interpretação que admiradores e clientes fazem de nós. Uma boa apresentação é essencial, considerando que o portfólio seja a “casa” do fotógrafo. E covenhamos: casa bagunçada não atrai visitas.

Hoje, quem quer divulgar o próprio trabalho, precisa estar conectado sempre às redes sociais. No entanto, é preciso criar um espaço específico para o portfólio, onde ele não se misture a comentários, curtições ou compartilhamentos de Keep Calm and Alguma Coisa. Existem duas saídas – e entre nas duas, de preferência - : o portfólio online (site) e o impresso.

Portfólio online

• Domínio e Hospedagem:

Se possível, compre um domínio e pague por uma hospedagem decente. Infelizmente, no mercado da fotografia, é uma questão de status: “fulano.com” é mais bem visto que “fulano.tumblr.com”. Um domínio custa cerca de R$15,00/ano e te dá vários benefícios, como um e-mail próprio. Por experiência pessoal, não recomendo nenhum site brasileiro para hospedagem; são mais caros e se demoram muito para resolver possíveis problemas. 

• Aparência:

Opte por um layout de fácil navegação e que apresente as imagens na horizontal (é chato usar scroll em sites de portfólio!). O background deve ser neutro, preferencialmente em cinza. Keep it simple! Quem visita seu portfólio deve ter a atenção concentrada exclusivamente em seu trabalho, por isso, nada de músicas ou animações surpresa. Lembre-se: você quer atrair, não repelir ou assustar.
aparencia.jpg
• Organização:

Separar os temas das fotografias em abas é uma excelente escolha: Moda, Retrato, Arquitetura, Natureza, etc. Só não divida a mesma categoria em 1 e 2 (Retrato 1 e Retrato 2, por exemplo). Se há muitas fotos para mostrar, tente fazer outra seleção para eliminar algumas, dando atenção às que melhor definem seu estilo de trabalho.

• 500px:

O melhor conjunto de soluções é o 500px.com. O site é uma rede social de compartilhamento de imagens, mas cria um domínio de portfólio separado para o usuário. Se você já tiver um domínio próprio, dá até pra usar. A conta Awesome, que custa US$50,00/ano, dá direito a uma série de layouts interessantes e relativamente customizáveis. Existe a opção de criar uma área exclusiva para contato, onde, além dos links de redes sociais, o visitante encontra um espaço para digitar uma mensagem que cairá direto na caixa de entrada do seu e-mail. Outras vantagens do 500px: super organização do portfólioGoogle Analyticsblog (stories), mercado para venda de cópias digitais.

500px.jpg

Portfólio impresso

Por mais sem contra indicações que o portfólio online possa ser, nada substitui a satisfação de ter um impresso de qualidade. Cada tela mostra as imagens de um jeito e, mesmo que muitos leigos não consigam notar a diferença, ela está lá. Você já deve ter se revoltando ao ver seu trabalho desbotado em outro computador, dizendo “Na minha tela fica mais bonito!”, certo? É também uma questão de satisfação pessoal.

• Impressão:

Imprimir uma imagem com qualidade fine art é caro. Se não tiver dinheiro para pagar pelo serviço do laboratório de impressão profissional, tente, ao menos, escolher uma gráfica decente. Evite qualquer outro tipo de impressão que não te permita prova de cor, porque ninguém devolverá seu dinheiro caso a impressão seja uma porcaria. Alguns minilabs tem qualidade aceitável, mas deixe-os para última opção. Se tiver que recorrer a um, escolha imprimir em papel fosco, preferencialmente Kodak ou Fujifilm.

impresso_1.jpg
impresso_2.jpg

• Fotolivro:

FUJA! Fuja de fotolivros online. Por mais atrativos que sejam os preços, a maioria deles nunca sai como o planejado, seja pela cor ou pela diagramação. Além disso, caso você queira alterar seu portfólio algum tempo depois, terá que imprimir tudo de novo.

• Pasta:

A melhor opção para armazenar um portfólio impresso são as pastas. Mas atenção: só procure materiais de alta qualidade porque, do contrário, seu portfólio parecerá precário, não importa o quão incrível forem suas fotografias. Tente conseguir algo à prova d’água, de fogo e, se possível, até de bomba. Portfólio impresso é caro e precisa ser guardado com muita segurança! Lembre-se também de que a pasta deve ser a mais discreta possível, preferencialmente na cor preta. Dica: procure pastas Moleskine.

You Might Also Like

6 comentários

Flickr Images